InícioCuriosidadesComo andar de bicicleta e evitar quedas

Como andar de bicicleta e evitar quedas

Andar de bicicleta é um lazer bastante comum no cotidiano da maioria das pessoas. Além de ser considerado um esporte, o uso de bicicletas é mais sustentável ambientalmente e economicamente.

Também é uma ótima forma de reunir as famílias e amigos para passeios.

Como qualquer esporte, o uso de bicicletas requer prática e mecanismos de aprendizagem para evitar danos, tais como as quedas ou colisões. A seguir, serão abordadas dicas para diminuir tais riscos.

Como evitar as quedas

Para poder se sentir apto a pedalar, é importante a adaptação à bicicleta e também ao ambiente. Segue abaixo algumas dicas para amenizar as quedas e colisões:

⦁ Encontrar o local mais adequado

De modo a evitar as quedas, é importante saber controlar a bicicleta e analisar os riscos das infraestruturas para minimizá-los. Por isso, é fundamental pedalar em áreas planas e sem muitos desníveis ou curvas.

⦁ Equipe a bicicleta com equipamentos de segurança

Além de serem obrigatórios por lei, o uso desses equipamentos diminui significativamente os danos decorrentes das quedas e colisões.

Aconselha-se equipar a bicicleta com:

⦁ Buzina;

⦁ Espelho retrovisor;

⦁ Refletores dianteiros e traseiros.

Ademais, é fundamental o uso em conjunto de acessórios protetores tais como cotoveleira, joelheira, luvas e capacete.

⦁ Faça revisões regulares

Verifique se as ferramentas da bicicleta estão em condições favoráveis de utilização. Certifique-se que esteja em condições operacionais, analisando, por exemplo:

⦁ A pressão dos pneus;

⦁ As travas, altura e posição do assento;

⦁ Se o guidão está regulado;

⦁ Se as correntes estão lubrificadas e limpas.

Recomendamos:  Propriedades curativas do quebra-pedra, uma erva mágica

⦁ Conhecer as regras de trânsito

Além dos demais aspectos abordados anteriormente, ter conhecimento das leis de trânsito é essencial para transitar com mais segurança.

Uma dica importante é andar sempre na mesma direção do trânsito, não ao contrário. Dessa maneira, os motoristas irão visualizar você mais facilmente e respeitarão seu espaço.

⦁ Praticar

Outro aspecto fundamental é manter a regularidade das aulas, pois, além da prática, a pessoa irá se sentir confiante. Dessa forma, a probabilidade de ocorrer uma queda ou colisão é atenuada.

A importância de aprender desde criança

Incentivar que a criança faça atividades físicas é fundamental para seu crescimento e desenvolvimento.

O uso da bicicleta acelera no desenvolvimento cognitivo e motor, e educam as crianças a estarem mais preparadas e familiarizadas para manusear a bicicleta no dia a dia, sem medos ou receios.

Quando se aprende a pedalar desde novo, o risco de se envolver em acidentes é menor.

Algum dos acessórios que auxiliam bastante no aprendizado das crianças é a utilização das “rodinhas de apoio”. As bicicletas infantis já vêm com essas rodas extras na parte de trás, que servem de apoio, de modo a auxiliar as crianças a terem maior equilíbrio.

Apesar de ser considerado um meio de aprendizado lento, é o mais seguro quando se trata de crianças. Com o uso das rodinhas de apoio, as crianças conseguem desenvolver mais coordenação e força para conduzir.

O ideal é que as rodas sejam reguladas conforme a confiança e habilidade que a criança vai ganhando ao longo do aprendizado até que esta consiga obter o equilíbrio necessário para retirar as rodinhas por completo.

Recomendamos:  Maneiras de energizar positivamente a água que bebemos

Outra forma de auxiliar a criança a obter mais equilíbrio é a partir do uso de bicicletas de equilíbrio, que são bicicletas iguais às normais, porém, sem os pedais.

Também é fundamental o apoio dos pais nessa fase de aprendizado. Quando a criança está aprendendo, é dever dos pais auxiliá-la, incentivá-la e fazê-la compreender, com mais naturalidade, que as quedas irão ocorrer.

Porém, só se aprende a andar de bicicleta sem rodinhas com a prática constante.

Use acessórios e equipamentos de segurança

Aprender a técnica e criar habilidade para pedalar são fundamentais para o aprendizado. Contudo, também é imprescindível o uso de equipamentos protetores para garantir sua segurança e conforto.

A seguir, seguem alguns dos acessórios mais indicados para uso ao pedalar:

Rodinhas: auxiliam as crianças a se familiarizarem com a bicicleta.

Luzes refletoras: acessórios fundamentais para aumentar a visibilidade do ciclista, principalmente para quem usa bicicleta à noite.

Cestinha: apesar de não ser um acessório essencial, é muito útil para transportar mochila, água ou algum alimento que goste de carregar.

Capacete de proteção: o ideal é saber usá-lo adequadamente e comprar um capacete devidamente próprio para o esporte.

O capacete deve ficar centrado na parte superior da cabeça e a tira de segurança deve ser ajustada de forma que fique firme, sem estar apertado.

Como escolher a bicicleta correta

A escolha da bicicleta ideal é essencial para obter uma experiência positiva de aprendizagem. Para isto, é importante considerar no momento de comprar sua bicicleta, os seguintes aspectos:

Recomendamos:  Staphylococcus Aureus e diabetes, atenção a essas bactérias

1. O tamanho da bicicleta:

A altura da bicicleta deve ser o suficiente para que não seja nem muito baixa, nem alta demais ao ponto de ter que montá-la com esforço.

Uma dica importante é comparar a altura do banco com o seu quadril.

2. Peso:

Ao escolher a bicicleta, deves analisar a que melhor se adéqua ao corpo. As mais pesadas são mais fáceis de manter o equilíbrio, já as mais leves são mais práticas para pedalar.

Tudo vai depender daquilo que procura e também das suas habilidades pessoais.

3. Banco e guidão ajustáveis:

A escolha de um banco e guidão regulável auxilia no processo de aprendizagem, pois, à medida que evolui, a tendência é alternar a altura e posição dos mesmos.

Também são úteis por tornar possível dividir o seu equipamento com outras pessoas de pesos e alturas diferentes.

A maioria das quedas com bicicleta acontecem devido à falta de equilíbrio e conhecimento técnico. As razões mais comuns que podem ocasionar essas quedas são:

⦁ frear na hora errada ou de forma brusca;

⦁ postura incorreta;

⦁ medo, tensão ou dispersão;

⦁ pedalar em ambiente não plano;

⦁ desconhecimento das regras de trânsito local.

Quanto mais dominar as técnicas e praticar, menor serão as hipóteses de se acidentar. O importante é sempre praticar e manter em mente que será um processo evolutivo de aprendizagem.


ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MAIS VISTOS

COMENTÁRIOS RECENTES